Província de Mendoza - Argentina e deserto do Atacama - Chile - Chile, Argentina,

Escolhemos voltar  mais uma vez à província de Mendoza e ao deserto de Atacama,  saindo do Brasil logo após o Natal de 2010. Há muito encanto em cada canto desta  região.

Acompanhe-nos nessa viagem super diferente pelos VINHOS, VALES E TERMAS da Argentina e pelos DESERTOS, LAGUNAS  e SALARES  do Chile.

 

 

Uma turma alegre, descontraída  e eclética acompanhou-nos neste longo e demorado trajeto. O primeiro grupo de 10 companheiros em 5 veículos e o segundo, de mais 6, em 3 veículos.

Havia de tudo: de 27 a 67 anos, de Fiat Uno Mille, sim, por incrível que pareça aguentou tudo sem reclamar, até vans Iveco adaptadas como "motor home", passando pelos 4x4 Pajero e Toyota Land Cruiser, além de um teimoso Ford Furglaine, 1989... aproveitando o que havia de melhor e prontos para o "seja lá o que Deus quiser": aventura é aventura. E vamos nós, pois, A VIDA É COMO UM LIVRO: QUEM NÃO VIAJA, LÊ SOMENTE UMA PÁGINA.

 

 

A galera se dividiu em dois grupos, porque o segundo grupo, apoiados por um Mitsubishi Pajero 4x4 e mais dois "motor homes" Iveco, muito bem montados e confortáveis, não queria enfrentar os 1500 km de rípio, terra, sacudidelas, trimiliques e muita poeira que se dispunha o trajeto.

 

 

Esta diversidade tornou a viagem muito divertida, inusitada e cheia de ótimas surpresas.    Durante 33 dias e 13.000 km convivemos harmoniosa e amigavelmente nessa aventura pelos deliciosos vinhos, vales e termas daquela região da Argentina e pelo árido e desafiador, porém deslumbrante, deserto de Atacama, no Chile.

Nunca se cansa de em lá retornar. Os lugares são os mesmos, mas os olhares,...as sensações...os pensamentos..., um em cada viagem.  Sempre únicos.

 

 

Iniciamos por San Rafael, onde entramos em 2011 saboreando  um  suculento churrasco, feito por nós mesmos, com a melhor carne argentina, ao ponto e um encorpado Malbec...abraços e confraternização. 

 

 

Saímos para conhecer a represa de Valle Grande e a vila de El Nihuil, além de uma decida em botes - rafting pelo Rio Atuel. Vale de indescritível beleza. Refrescante. Após as vinícolas de San Rafael, vinhos e vales, chegou a hora das rústicas e isoladas termas sulfurosas de El Sosneado  e seu vale maravilhoso. Banho quentinho, relaxante e "cheiroso" !

 

 

A seguir, Malargue e Las Leñas com suas atrações: Castillos de Pinchera, Termas del Cajón Grande, Termas El Azufre, até o Paso El Planchón, divisa com o Chile - Paso Vergara , Laguna de la Niña Encantada, Valle Hermozo, Pozo Las Animas, ...e ...muito mais...

 

 

Seguimos rumo norte à Laguna del Diamante, aos pés do vulcão Maipo: imponente e maravilhoso, onde flocos de neve, muito vento e frio nos deram as boas vindas, em pleno verão !

 

 

Depois, Mendoza e arredores com suas atrações: Villa Vicenzio, Uspallata,

 o monte Aconcágua, Puente del Inca, seus rios e vales, muita bodega e vinhos mil.

 

 

Cruzamos com o Rally Dakar 2011, em San José de Jáchal: tivemos que esperar durante 3 horas. Cozinhamos o almoço na praça  e fizemos um desvio forçado de 70 km, off road.

 

 

Pela lendária e maravilhosa Ruta 40, através da sinuosa e empoeirada Cuesta de Miranda e Chilecito,  fizemos  uma parada em Cafayate para repor as energias através de um frutado  e leve Torrontés, umas humitas e deliciosos tamales, comidas com sabor regional feitas de puro milho e especiarias.

 

 

Rumo agora mais ao norte, entramos no Chile pelo Paso de Jama, embora o projeto inicial fosse Abra del Acay, San Antonio de los Cobres e Paso de Sico, abortado devido solicitações de bom senso e as condições dos veículos que integravam o grupo. Sem problemas, pois, este trajeto de mais aventura já nos é familiar.

 

 

Com a devida aclimatação em Susques, chegamos a San Pedro de Atacama, cidade sede do famoso deserto.

 

 

Percorremos todas as suas atrações e arredores durante 6 longos dias. Alí, a amplitude da variação térmica, devido a seu clima  desértico, exigia cuidados especiais dos viajantes. Proteção solar, muita água, alimentação leve e descanso faziam parte de momentos do maravilhoso desvendar, entre aventuras e o novo.

 

 

Depois do deserto chileno, o retorno à Argentina e uma parada em Salta, com suas praças, museus e encantos culinários, fez a alegria da "garotada".

 

 

O retorno ao Brasil  fez-se por Foz do Iguaçu, abençoados  e gratos que estávamos pela maravilhosa viagem.

 

 

Até a próxima, querendo Deus !

 

 








© 2009 - 2017 Viajantes 4x4 , Todos os Direitos Reservados